Audiodocumentários: O Papel da Mulher na Sociedade

Posted on Posted in Audiodocumentários, educação, Jornalismo, Rádio, sociedade, Ufam, Universidade
Hoje é terça-feira, dia de audiodocumentário. Para quem chegou agora e ainda não está por dentro, vou explicar. Semana passada, o PETCOM começou uma nova série, na qual toda terça-feira o blog apresentará um audiodocumentário com um tema específico, realizado pelos alunos do 6º período de Jornalismo da UFAM.
O assunto de hoje é O Papel da Mulher na Sociedade, produzido por Diego Toledano, Rafaela Duarte, Sarah Lyra, Sérgio Victor e Tiago Melo. Como Diego conta, por terem um tema muito abrangente em mãos, o grupo decidiu delimitá-lo:

“Decidimos fazer, também por questão de logística, ‘mulher na UFAM’. Como é o papel da mulher na universidade? Lutamos muito pra fazer, porque mais do que no texto de web ou do próprio impresso, você tem que ter cuidado detalhado com todas as palavras, é importante como elas vão soar. É uma preocupação muito grande, porque a gente tem tudo formado na nossa cabeça, mas será que o ouvinte vai entender o que a gente tá querendo passar? E além do texto, colocamos músicas e poemas, para conectar depoimentos, fazendo link entre as passagens.”

Já sobre o processo e o aprendizado do módulo de forma geral, a aluna Sarah Lyra fala a respeito das diferenças entre os veículos de comunicação, que, para ela, foi um dos aprendizados mais importantes do período:

“Na TV, por exemplo, quando a gente tem recursos visuais, fica mais fácil passar uma mensagem, porque uma dá apoio à outra. Agora, quando você depende única e exclusivamente do áudio, o desafio é muito maior, porque é muito mais fácil você se distrair quando está só ouvindo. Nosso documentário tem que ter quinze minutos e a gente tem que fazer de uma maneira em que, depois de dois minutos, o ouvinte continue preso. Colocar uma poesia que muda o tom, pôr outra voz, para trazer ele [ouvinte] de volta para o que está ouvindo, para poder captar a mensagem.”

Para a realização do trabalho, a equipe utilizou, como parte do embasamento teórico, os livros O Segundo Sexo(1949) e A Força da Idade (1960), de Simone Beauvoir. Além disso, eles utilizaram de músicas e poemas, além de uma recitação de Fernanda Montenegro.
Não deixe de conferir na íntegra o resultado deste trabalho. Só dar o play abaixo:

Por Jéssica Amorim

(Visited 10 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Jéssica Amorim
Está tentando a vida no que a vida deixa, e no que não deixa também. Estudante do 7º período de Jornalismo e petiana desde junho de 2011.

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *