PETiscos #36

Posted on Posted in PETiscos

Você aí em Manaus, por acaso ficou preso em casa devido às novas manifestações que aconteceram na cidade e por todo o país? Tinha planos de sair esse final de semana, mas acha melhor apoiar o sindicato dos rodoviários que pararam 100% da frota de ônibus? Então não se preocupe em ficar de bobeira, o PETiscos de hoje tem dicas para você aproveitar melhor esse tempo.

Scandal, no canal Sony

A rotina e o modo de vida na Casa Branca em Washington já  virou cenário de diversas produções cinematográficas. Temas baseados em fatos reais ligados ao governo americano – como escândalos sexuais, intrigas políticas e conspirações – são os elementos que compõem a nova série do canal Sony.

Scandal, que estreou no Brasil no dia 24/6, mostra a vida de Olivia Pope (interpretada por Kerry Whashington, de Django Livre), ex-assessora de Relações Públicas do presidente dos Estados Unidos, cuja função é prevenir escândalos envolvendo seus poderosíssimos clientes, resolvendo os problemas antes mesmo que eles cheguem ao conhecimento da população. Após deixar o cargo, abre o seu próprio escritório para dar início a uma nova fase em sua carreira. Porém, nos três primeiros episódios, são reveladas as tramas que estão por trás de todo o envolvimento da Casa Branca com a poderosa assessora.

Criada por Shonda Rhimes, a primeira temporada desta série possui apenas 7 episódios. Contudo, a segunda temporada, com 22 episódios, já foi exibida nos Estados Unidos! Então, se você perdeu os três primeiros episódios, aproveite as reprises que vão ao ar às terças (16h), sábados (8h30), às segundas (1h) e aos domingos (6h). Os episódios inéditos vão ao ar nas segundas, às 22h. Enquanto isso, confira abaixo o vídeo promocional da primeira temporada para a rede televisiva ABC:

(Dica da Rebeca Lúcio)

A Engenharia do Texto: Um Caminho Rumo à Prática da Boa Redação, de Odenildo Sena

engenharia do textoJá faz alguns meses, estou passando por um momento crítico: não consigo escrever, ordenar meus pensamentos num papel, me fazer comunicar através da escrita. Para qualquer estudante de Comunicação Social isso é uma doença muito grave, que precisa ser tratada com urgência, antes que seja tarde demais e não se possa mais curar.

Essas poucas e mal construídas linhas estão se tornando, para mim, um verdadeiro parto, com dores, falta de ar, angústias… mas, como toda estudante de Comunicação, não poderia ficar simplesmente esperando esses sintomas passarem e fui buscar meios de exercitar a escrita e tentar achar novamente o prazer de escrever.

Daí lembrei as vezes que, ainda no Ensino Fundamental, perguntava algo para a professora sobre alguma questão da prova de avaliação e ela sempre respondia: “Diga sua pergunta em voz alta, sua dúvida pode ser a mesma que a de algum colega.”

E é exatamente por isso, que vou compartilhar aqui tudo que fiz nessas últimas semanas pra tentar superar isso, com o pensamento de que isso talvez vá ajudar mais alguma alma atormentada com esse problema.

Fiquei por um bom tempo achando que nada do que eu tentasse daria certo, e cheguei até a me convencer de que a resposta seria largar o curso. Percebi depois que era exagero e então rumei à Biblioteca do Setor Norte, decidida a encontrar ali algo que pudesse me ajudar. A maioria dos livros de “dicas para uma boa redação” estavam disponíveis apenas para consulta local, o que significa que você não pode levar o livro para casa. Até que um livro me chamou atenção pela arte da capa e, depois, pelo título: A Engenharia do Texto: Um Caminho Rumo à Prática da Boa Redação (2004), de Odenildo Sena.

Em A Engenharia do Texto, o autor, professor da Universidade Federal do Amazonas, diz exatamente que não há dicas para começar a escrever bem ou melhorar sua escrita de uma hora pra outra, como ensinam os cursinhos preparatórios para vestibular que existem pelo país a fora. E o que você pode fazer é praticar, e ler e praticar mais até dominar as técnicas da escrita para, dessa forma, deixar de enxerga-la como um bicho de 7 cabeças.

Decepcionante ou não, é nisso que concordam a maioria das pessoas que possam ser consultadas sobre o assunto. Por isso, eu – e você, que pode ou não estar sofrendo do mesmo problema – ao fim deste texto, começo a pensar em inúmeras histórias que transformam-se em textos na minha cabeça, e o remédio para a doença é esse: começar a pô-los pra fora, numa folha de papel ou num documento em branco do word.

(Dica da Thaísa Lima)

(Visited 3 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
PETCOM UFAM
Petcom é a sigla para Programa de Educação Tutorial de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O programa é integrado por alunos dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas, que desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de comunicação.
PETCOM UFAM

Posts Mais Recentes por PETCOM UFAM (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *