PETiscos #37

Posted on Posted in Cinema, PETiscos, web

E aí, aproveitou essa semana pra se inscrever na nossa seleção de bolsistas e voluntários? Então, agora o segredo é esperar pela prova e o resultado. Quem sabe em breve você estará brilhando aqui nesse blog, hein? Mas pra relaxar até chegar esse momento tão esperado, aproveite o tempo livre e curte as nossas dicas do PETiscos de hoje, ó:

Hypeness

A minha dica da semana é o site Hypeness, criado pelo publicitário Emerson Veiga e pela tradutora Jaqueline Barbosa,  também autores do conhecido site sobre namoro e sexo Casal Sem Vergonha.

Com a colaboração de mais 12 pessoas,  Eme e Jaque, como são chamados, trazem ao Hypeness temas diversos e curiosidades do mundo todo, divididos pelas seções Arte, Casa, Design, Estilo, Fotografia, Inovação e Negócios. Vale a pena conferir: www.hypeness.com.br

Gostou do trabalho do casal?  Então conheça um pouco mais sobre eles e suas inspirações:

(Dica da Jessica Vicentini)

To Kill a Dead Man (1994), um curta da banda Portishead

Dia desses comentei no Twitter que existem ideias tão óbvias que, por algum motivo, nunca foram postas em prática. Entre elas, está o fato de que a banda inglesa Portishead seria o candidato ideal para compor uma trilha sonora de um filme do James Bond. As músicas do primeiro CD, Dummy (1994), como o single Sour Times, já dão uma boa ideia de como a sonoridade do grupo se encaixaria perfeitamente no rol de canções imortais que já embalaram a série 007. Que pena que até agora isso nunca virou realidade – embora eu desconfie que Geoff Barrow demoraria tanto a produzir a trilha que os produtores do filme logo o demitiriam. Afinal, discos novos de Portishead são como um fenômeno espacial que só aparecem quase de dez em dez anos.

Felizmente, na falta dessa união 007-Portishead, temos o curta-metragem To Kill a Dead Man, realizado a partir de uma ideia do próprio grupo, e dirigido por Alexander Hemming. Em uma homenagem aos filmes noir dos anos 60, forte influência em sua sonoridade trip hop, a banda traça uma história que começa com um possível assassinato, que até certo ponto não sabemos se deu ou não certo. A vocalista Beth Gibbons encarna uma mulher que pode ou não ser uma vítima do crime. Em dez minutos, o intrigante curta constrói uma boa atmosfera de tensão e suspense, que satisfaz fãs de Portishead e amantes de filmes de espionagem. Assista o resultado aí embaixo.

(Dica do Gabriel Oliveira)

Os Alemães: A luta pelo poder e a evolução do habitus nos séculos XIX e XX, de Norbert Elias

os alemaes norbert eliasSendo apaixonada pela cultura e história alemã, fui obrigada a começar a ler esse livro desde a primeira vez que eu o vi. Tendo uma abordagem sociológica, o autor Norbert Elias publica os seus ensaios, que são resultados de mais de 30 anos de estudo sobre a história da Alemanha, e procura esclarecer as razões que levaram a Alemanha a se tornar o que é hoje, passando por diversos momentos, inclusive no contexto de Hitler e a Segunda Guerra Mundial. Recomendo a leitura para quem é amante da história mundial e principalmente aqueles que gostam da nação alemã. Porém, não espere um livro de história onde os fatos serão contados em sequência, e sim uma análise de um dos sociólogos mais influentes do século passado. Aqui vai a sinopse do livro.

Norbert Elias é um dos mais influentes pensadores sociais do século XX. Pouco antes de morrer, em 1990, concluiu este estudo fundamental da sociedade e da cultura alemãs no qual utilizou suas ideias-chave para analisar o desenvolvimento do país em que nascera. O livro é enriquecido por comparações entre a Alemanha e os países onde o autor passou exilado grande parte de sua vida – França, Grã-Bretanha e Holanda. A obra consiste em uma exposição quase sequencial, do ponto de vista cronológico, do desenvolvimento social alemão, em particular o período que vai do Iluminismo até os dias de hoje.”

ELIAS, Norbert. (1997) Os Alemães. Rio de Janeiro; J. Zahar Ed.

(Dica da Raisa Castro)

(Visited 25 times, 4 visits today)
The following two tabs change content below.
PETCOM UFAM
Petcom é a sigla para Programa de Educação Tutorial de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O programa é integrado por alunos dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas, que desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de comunicação.
PETCOM UFAM

Posts Mais Recentes por PETCOM UFAM (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

One thought on “PETiscos #37

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *