Proteste, faz bem à saúde do país!

Posted on Posted in política, sociedade

Ainda no clima de protestos contra a corrupção, o descaso do governo e a má conduta de alguns deputados e outros políticos, agora quem incentiva a população a ir mesmo para as ruas é a ciência. Segundo algumas pesquisas feitas no Estados Unidos e Reino Unido, é comprovado que protestos, como estes que estão acontecendo no Brasil, fazem bem à saúde. Isso quando os protestantes não são alvos de violência por parte da policia ou de manifestantes mal intencionados, claro.

O psicólogo John Drury, da Sussex University, no Reino Unido, coletou cerca de 160 histórias depois de fazer entrevistas com 40 ativistas de vários tipos de protestos. Todos eles relembravam dos momentos em que protestavam com muita felicidade e euforia. “Só de contar os eventos, eles já sorriam”, diz Drury. Assim, o psicólogo constatou que a participação em protestos está associada com vários indicadores de bem-estar, como o fortalecimento do sistema imunológico, redução de dores e diminuição da ansiedade e depressão. Além de fazer um grande bem ao país, que já mostra algumas mudanças por conta dos protestos, faz bem principalmente a quem protesta.

Em um segundo estudo, alguns pesquisadores da Universidade de Washington avaliaram vários protestos acontecidos nos EUA entre os anos de 1960 e 1998. Os dados das reivindicações foram comparados com as aprovações de leis relacionadas ao que os protestantes pediam. Com isso, eles comprovaram que quando há manifestações, as chances de leis favoráveis à causa serem aprovadas pelo congresso sobe de 1,2% para 9,5%.

Felizmente, hoje, no Brasil, podemos constatar que isso é realmente possível. Mas a missão ainda não acabou, há muito o que lutar pelo nosso país. Aliás, não é só a nossa imunidade que aumenta com esses protestos. A imunidade do Brasil também cresce a cada vez que seu povo bate o pé e contesta ou exige seus direitos e principalmente, quando tem dignidade para cumprir os seus deveres.

Por Daniella Lima

(Fonte: Super Interessante)

(Visited 1 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Daniella Coriolano

Daniella Coriolano

Estudante do 7º período de Jornalismo e petiana desde abril de 2012.

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *