[Redes] A convergência do conhecimento

Posted on Posted in ciência e tecnologia, Redes

Atualmente, segundo Henry Jenkins, vivemos um fenômeno no qual está acontecendo uma revolução no modo de produção de conteúdo pelo mundo: trata-se da cultura da convergência. Em seu livro com o mesmo nome desse fenômeno, ele dispõe sobre essa produção, apresentando casos atuais, como as atitudes dos fãs de Harry Potter, Star Wars e outros, que fizeram suas próprias obras alternativas sobre essas tramas.

No entanto, a produção de conhecimento alternativa não é uma novidade: um exemplo disso são os sites colaborativos como o Wikipedia e o Desciclopédia. Agora qualquer um pode ser um produtor de conteúdo, seja por postagens nesses sites ou por meio de sites específicos criados por particulares (blogs), ou por meio de vídeos postados no YouTube, que podem ser somente opinativos ou tutoriais com os temas que vão desde maquiagem e moda a jogos, entre outros.

Além disso, esse tipo de aprendizagem pode ser adicionada também aos outros mecanismos enumerados por Pierre Lévy no livro Cibercultura, no capítulo “A nova relação com o saber”. Esse conteúdo disponível na web auxilia o homem na busca de conteúdo. No entanto, o autor aponta que deve haver uma “filtragem de conhecimento”, já que o saber, para ele, flutua, e desse modo o indivíduo desorientado acaba desfavorecido frente ao caos informacional.

Outro mecanismo enumerado pelo autor é a questão do uso de simuladores para a aprendizagem. Todavia, isso já acontecia na área militar, embora hoje possamos observar que cada vez mais esse tipo de tecnologia está acessível para uso civil. Um exemplo disso é a medida aprovada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que torna obrigatório a partir do fim de julho o uso desse tipo de mecanismo pelas auto-escolas do país para o ensino da categoria B (carro), que tem como objetivo qualificar a formação de novos condutores para ter mais segurança no trânsito.

Dessa forma, percebe-se que cada vez mais a população utiliza mecanismos digitais para o aprimoramento do conhecimento de informações, utilizando diversas plataformas digitais para armazenamento de informações (Skydrive, por exemplo), mecanismos de busca simplificadas (Google, entre outros), bibliotecas virtuais (Biblioteca do Senado) , apresentações online (plataforma Prezi), videoaulas, testes online, entre outras formas disponíveis na rede digital (ciberespaço) 24 horas por dia para qualquer um que deseje a um clique de distância.

Por Silvana Araújo

(Visited 18 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Silvana Araújo

Silvana Araújo

Interesses: literatura, música, cinema. Estudante do 7º período de Relações Públicas e petiana desde 2011.
Silvana Araújo

Posts Mais Recentes por Silvana Araújo (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *