Festival de dança tem como proposta ser alimento para pensamentos e sentidos

Posted on Posted in cultura, dança, eventos, Manaus

Marcado para acontecer entre os dias 19 e 21 de setembro, sempre às 20h, na sede da Luppi Produções (na Av. Getútio Vargas, ao lado do Cheik Club, no Centro), o Festival Alimenta Dança (FALD), produção independente organizada por Damares D’Arc, Denni Sales, Francis Madson e Francisco Rider, traz uma proposta diferente de festival de dança. Pensado como “uma plataforma porosa de artes integradas”, como explica Madson, o FALD tem como conceito ser alimento para o corpo, o pensamento e os sentidos.

Isto e o nome do festival se explicam devido à ideia de servir ao público um cardápio amazonense durante os três dias de evento. No primeiro dia, por exemplo, “Não tem dinheiro para tambaqui, mas tem dinheiro para jaraqui”, será exibido o curta de ficção Assim, de Keila Serruya, que mostra o cotidiano de duas jovens travestis. Além da exibição, está programado um bate-papo com os colaboradores do filme e uma performance de Patricia Fonttine, uma das protagonistas do filme.

No segundo dia (20/9), “Noite do Picolé da Massa”, ocorrerá a instalação coreográfica Ritual de Afeto, de Damares D’Arc, a videoinstalação T.R.I.S.H.A, assinada pelos organizadores, além de um debate sobre o trabalho da coreógrafa norte-americana Trisha Brown, conduzido pela professora Ítala Clay.

Já na “Noite do Tacacá”, no dia 21, o FALD apresentará o Mapa, série de performances e intervenções com seis artistas de segmentos diferentes, na qual cada um terá 15 minutos para se apresentar em um dos pontos da Luppi Produções (casa, escada, calçada, rua, árvore I e árvore II), dialogando com o espaço definido.

Os ingressos do festival serão vendidos na hora, custando R$ 5 a meia (por noite), tendo ainda um passaporte para os três dias, ao valor de R$ 10 (sem meia).

Mais programação

>> Fique atento porque no dia 19 de setembro o FALD começa mais cedo! Antes da degustação da arte e culinária, o festival será aberto pelos intérpretes amazonenses Ana Carolina Souza e Odacy de Oliveira, com o resultado do processo de criação do projeto Macaco Nú. A apresentação será na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), a partir das 16h. Este trabalho foi desenvolvido em Manaus, desde o fim de agosto, pelas bailarinas e performers baianas Mab Cardoso e Miliane Lage, com produção local do Coletivo Difusão.

>> Para completar toda a programação, ainda acontecerá o Alimenta Dança Project, que segundo Francisco Rider, foi idealizado pela mesma equipe do FALD, juntamente com o convidado Getúlio Lima, e tem a proposta de estimular diálogos, performances, discussões, entre outras ações. Esta iniciativa acontecerá no dia 22 de setembro, na Associação dos Catadores de Resíduos Recicláveis do Amazonas (Rua Frei José dos Inocentes, próximo ao Teatro da Instalação, no Centro), com a perfomance Chãu, que é realizada pelos intérpretes com a interação do público, com intuito de construir um jogo performático. A apresentação será às 15h e o ingresso será R$ 5.

Quer mais detalhes sobre a programação completa? Clique na imagem abaixo para vê-la em tamanho maior ou acompanhe diariamente pela nossa página no Facebook.

Programação festival alimenta danca

Por Jéssica Amorim

(Visited 4 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Jéssica Amorim
Está tentando a vida no que a vida deixa, e no que não deixa também. Estudante do 7º período de Jornalismo e petiana desde junho de 2011.

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *