Artistas se reúnem e promovem agenda cultural de espetáculos no mês de agosto

Posted on Posted in cultura, dança, Teatro

Seis grupos amazonenses que atuam nos segmentos do teatro, dança e performance somaram esforços para lançar a campanha “De graça não tem graça”, que tem o objetivo de sensibilizar o público a assistir espetáculos artísticos locais, porém fugindo às programações de evento da cidade que pregam o regime do ingresso gratuito. Ao todo, sete trabalhos ficarão em cartaz durante todo o mês de agosto, com ingressos ao valor único de R$ 10, em três espaços culturais (Sinttel, Coletivo Difusão e O Alienígena) – será um trabalho diferente a cada dia, de segunda a sábado. Participam da ação as companhias Soufflé de Bodó, Contém Dança, Cartolas Produções, Teatro Éden, Ateliê 23 e Corpo de Arte Contemporânea.

Segundo o diretor da Soufflé de Bodó Company, Francis Madson, a campanha experimental é inspirada em um editorial do Teatro Vila Velha, de Salvador. “A política do ingresso gratuito é danosa porque restringe a capacidade organizacional dos grupos e intérpretes de realizar e gerir seus próprios recursos. Muitas pessoas podem não atentar para isso, mas pagar para assistir aos espetáculos contribui para a profissionalização desses artistas, que poderão se inserir na cadeia econômica”, defende. Para conseguir a adesão do público à ideia, os participantes estão apostando em estratégias de marketing de guerrilha, como divulgação maciça nas redes sociais e ações performativas nas ruas da cidade.

Além disso, outra proposta da campanha é fazer com que os espetáculos cumpram temporadas de curta ou média duração, o que nem sempre acontece em Manaus. Para Madson, quando as obras permanecem em cartaz mesmo após a estreia, tanto a sociedade quanto o artista e a companhia saem beneficiados. “É pela experiência de um trabalho contínuo que o grupo amadurece a sua compreensão sobre o trabalho e sobre a sua gestão. Ao mesmo tempo, é interessante para o público porque ele consegue ter acesso às produções locais durante um período maior de tempo”.

Na opinião do diretor, existem vários fatores que contribuem para a não-popularização de temporadas na cidade. “Um deles é a compreensão do Estado, que alicerça a sua programação cultural em eventos. Outros fatos são a inexistência de políticas que estimulem as temporadas e a dificuldade de obtenção de agenda e apoio nos espaços culturais da cidade”. Para ele, uma solução possível seria a existência de um edital público que oferecesse aos grupos uma determinada verba e uma agenda de três ou seis meses num dos teatros existentes, o que mobilizaria todo o repertório de espetáculos da companhia.

Em cartaz

O Sinttel (localizado na Rua Xavier de Mendonça, 392, em frente à Igreja da Aparecida) vai concentrar o maior número de espetáculos participantes da campanha “De graça não tem graça”. A programação será de segunda a sexta, sempre às 20h. A agenda nesse espaço começa na próxima segunda-feira, 11/8, com o espetáculo “Quase Invisível”, da Contém Dança Cia. Na terça-feira é a vez da peça “Oração”, do Ateliê 23; na quarta, o Corpo de Arte Contemporânea apresenta a performance “Yi Ocre”; o espaço das quintas-feiras ficará com a peça “Pai”, da Cartolas Produções, que já está em cartaz; na sexta, a Soufflé de Bodó fecha a semana no Sinttel com o espetáculo “Herói”, também em cartaz desde julho.

Já a partir deste sábado, 9/8, a Contém Dança Cia. realiza a temporada do espetáculo-instalação “Chico: o corpo em cores e sons”, no Coletivo Difusão (localizado na Av. Djalma Batista, Travessa B, Chapada). O trabalho ficará em cartaz todos os sábados de agosto, com sessões às 19h e às 21h. Também sempre às quartas-feiras, às 20h, o espaço O Alienígena (situado na Rua Lima Bacuri, 64 C, Centro, em frente à Praça da Polícia) dá seguimento à temporada da peça “Neandertal”, do Teatro Éden.

O quê, onde, quando: espetáculos participantes da campanha

quase_invisivelO quê: “Quase invisível” – Contém Dança Cia.
Onde: Sinttel
Quando: Todas as segundas-feiras de agosto, às 20h
Contemplado no edital Prêmio Dança na Cidade, da Manauscult), é um espetáculo de dança contemporânea que dá continuidade à investigação da pesquisadora e intérprete da dança Francis Baiardi sobre o compreender o mundo no qual estamos inseridos, construindo, pensando, refletindo o papel do homem na sociedade. Diretora: Francis Baiardi Guarani Kaiowá. Assistente coreográfica: Alessany Negreiros. Intérpretes: Adriano Felipe, Diogo Diniz, Felipe Hidalgo, Jonathan Tavares, Marcos Felipe e Talita Torres.

oracaoO quê: Espetáculo “Oração” – Ateliê 23
Onde: Sinttel
Quando: Todas as terças-feiras de agosto, às 20h
Estreou no dia 8 de junho de 2014, no Les Artistes Café Teatro, e foi contemplado com o edital Ar Cênico da Manauscult e Proarte 2013 (SEC). O espetáculo fala sobre o fanatismo religioso e satiriza a tradição cristã sobre a criação do homem. Diretor: Taciano Soares. Elenco: Déborah Ohana e Jhonatas Alves.

O quê: Performance “Yi Ocre” – Corpo de Arte Contemporânea
Onde: Sinttel
Quando: Todas as quartas-feiras de agosto, às 20h
Estreou em Alter do Chão, Pará. “YI OCRE” o homem texturas concretas, o homem se faz e se desfaz no chão ou não. Diretor: Odacy de Oliveira. Elenco: Alan Panteón e Odacy de Oliveira. Paisagem sonora: Marcos Tubarão.

neandertalO quê: Espetáculo “Neandertal” – Teatro Éden
Onde: O Alienígena
Quando: Todas as quartas-feiras, às 20h
Estreou no dia 22 de maio, no Alienígena. A peça se passa num talk show, onde um ser Neandertal é entrevistado em 2014, narrando sobre sua vida e seus costumes, seus anseios e frustrações, seu passado e seu presente. Diretor: Jorge Bandeira. Elenco: Maysa Fernandes e Ademir Oliveira. Música ao vivo: Luan Luiz.

paiO quê: Espetáculo “Pai” – Cartolas Produções
Onde: Sinttel
Quando: Todas as quintas-feiras de agosto, às 20h
Estreou no dia 8 de abril de 2014, no Teatro do Sesc. A peça fala da ausência paterna. Em cena, dois filhos tentam preencher suas lacunas tentando inventar um pai, e do outro lado, sentado, está um pai inerte sobrevivendo em suas mazelas e seus anseios de Pai. Diretor: Jean Palladino. Elenco: Taciano Soares, Ive Rylo e Chayson Charles.

heroiO quê: Espetáculo “Herói” – Soufflé de Bodó Company
Onde: Sinttel
Quando: Todas as sextas-feiras de agosto, às 20h
Estreou no dia 18 de julho de 2014, no Sinttel. Através de memórias, a peça conta a história de uma família de bonecos de neve: suas perdas, experiências de morte e afetos. Diretor: Francis Madson. Elenco: Denis Carvalho, Israel Castro, Felipe Maia Jatobá e Richard Hatz. 

Chico_o_corpoO quê: Dança-instalação “Chico: O Corpo em Cores e Sons” – Contém Dança Cia.
Quando: Todos os sábados de agosto, às 19h e 21h
Onde: Coletivo Difusão (Av. Djalma Batista, Travessa B, Chapada)
Estreou nos dias 25 e 26 de julho de 2014. Inspirado nas canções de Chico Buarque de Hollanda. Diretora: Francis Baiardi. Concepção e e coreografia: Fabiola Bessa. Assistente de direção: Alessany Negreiros. Elenco: Alessany Negreiros, Amanda Pinto, Ana Carolina Souza, Fabiola Bessa e Huana Viana

(Visited 22 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
PETCOM UFAM
Petcom é a sigla para Programa de Educação Tutorial de Comunicação Social da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O programa é integrado por alunos dos cursos de Jornalismo e Relações Públicas, que desenvolvem atividades de ensino, pesquisa e extensão na área de comunicação.
PETCOM UFAM

Posts Mais Recentes por PETCOM UFAM (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *