Cine e Vídeo Tarumã exibe “Novos Filmes Brasileiros”

Posted on Posted in Cinema

Atualmente o cinema nacional vive um momento em que o mercado comercial de entretenimento ganha força. Ou seja, se tem muito mais quantidade do que qualidade. Alguns filmes vem ganhando destaque por rejeitarem certas temáticas, já saturadas pela repetição, e aderirem a novas abordagens sobre assuntos deixados de lado pela sociedade, como a questão da homossexualidade. O Cine e VídeoTarumã escolheu três filmes que retratam esta temática, mostrando a versatilidade que o cinema brasileiro pode ter: Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro, Praia do Futuro, Karim Aïnouz e Tatuagem, de Hilton Lacerda. 

Hoje (3/10), a semana começou com Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro. A trama se passa com Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego, que tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade. 

 

Praia do Futuro, de Karim Aïnouz, será o filme apresentado na quarta-feira (5/10). Donato (Wagner Moura) trabalha como salva-vidas. Seu irmão caçula, Ayrton (Jesuita Barbosa), tem grande admiração por ele, devido à coragem demonstrada ao se atirar no mar para resgatar desconhecidos. Um deles é Konrad (Clemens Schick), um alemão de olhos azuis que muda por completo a vida de Donato após ser salvo por ele. É quando Ayrton, querendo reencontrar o irmão, parte em sua busca na fria Berlim. 

 

Para fechar a semana será exibido na sexta-feira (7/10), o filme Tatuagem, de Hilton Lacerda. Recife, 1978. Clécio Wanderley (Irandhir Santos) é o líder da trupe teatral “Chão de Estrelas”, que realiza shows repletos de deboche e com cenas de nudez. A principal estrela da equipe é Paulete (Rodrigo Garcia), com quem Clécio mantém um relacionamento. Um dia, Paulete recebe a visita de seu cunhado, o jovem Fininha (Jesuíta Barbosa), que é militar. Encantado com o universo criado pelo “Chão de Estrelas”, ele logo é seduzido por Clécio. Não demora muito para que eles engatem um tórrido relacionamento, que o coloca em uma situação dúbia: ao mesmo tempo em que convive cada vez mais com os integrantes da trupe, ele precisa lidar com a repressão existente no meio militar em plena ditadura. 

 

 

O projeto Cine & Vídeo Tarumã é uma atividade de extensão do Departamento de Comunicação Social da UFAM, com as sessões acontecendo sempre às 12h30, no Auditório Rio Negro, do Instituto de Ciências Humanas e Letras, localizado no Setor Norte do Campus Universitário. As sessões são gratuitas e recebem o apoio cultural da Take Video Locadora.

(Visited 9 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Andréia Santos

Andréia Santos

“Amei as palavras e as odiei e espero tê-las usado direito.” (A Menina Que Roubava Livros). Levo mais tempo pra me definir do imaginava, mas esse é um problema desde o ensino fundamental, com aquelas redações do tipo “Quem sou eu?”. Fã incondicional de todas as palavras bonitas que existem no mundo, amo poesia, gente e tudo que envolve as duas coisas e mais um pouquinho. Queria ter nascido há algumas décadas. Teria compreendido Nietzsche e seria amiga do Vinicius de Moraes. Sonho em ser “uma menina com uma flor”. Estudante do 3º período de Relações Públicas e petiana desde agosto de 2013.

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *