A dança na terceira idade

Posted on Posted in cultura, dança

Ah a velhice, época de lembrar dos momentos de ouro, das coisas boas, de contemplar o passado, de viver o presente e de acreditar no futuro. Quando chegamos a terceira idade, muita das vezes só queremos saber de descansar, mas nem todo mundo é assim. A maioria dos idosos nos dias atuais procura os mais diversos modos de se divertir e sentir vivo, dentre eles a dança é uma das principais.
Desde pequenos, aprendemos que dançar é expressar com o corpo os sentimentos vindos de nós, de se manifestar, de se divertir, de se movimentar e viver. Não é por que se está velho que se está parado, muito pelo contrário, é hora de se mover cada vez mais.
Uma pesquisa realizada na Itália mostrou que a prática da dança possui inúmeros benefícios para a saúde do coração, além de aumentar a capacidade respiratória e, claro, melhorar a qualidade de vida do praticante. Dançar na terceira idade contribui para um melhor condicionamento físico e mental. Além disso, ajuda a elevar a autoestima e afastar os sintomas da depressão. A razão para isso é que através da atividade o cérebro libera serotonina, uma substância que traz a sensação de alívio, melhorando o humor e o sono.
Fato comprovado cientificamente, a dança além de ser um exercício corporal, também colabora para a saúde física e mental. Afastando dos mais diversos tipos de doença, dançar além de diversão é saúde.
Em Manaus, todas as sextas-feiras, se reúnem vários casais no Centro Estadual de Convivência do Idoso, localizado na Rua Wilkens de Matos S/N, no bairro Aparecida. Os idosos compartilham entre as experiências de vida, além de se movimentar ao som do bolero e de ritmos latinos que são tocados todas as noites a partir das 19h.
Dançar em salões coopera para uma mudança significativa de comportamento do praticante que passa a ser menos tímido e aprende a ter mais confiança. Mais uma vantagem é que ela ajuda manter o cérebro em plena atividade, melhorando, desta forma, a coordenação motora e a concentração, pois eleva a circulação cerebral em áreas adormecidas.
Isto porque esses estímulos aumentam as conexões neuronais, proporcionando ao idoso maiores habilidades no aprendizado, raciocínio e na memória. Mediante a isso, reduz o estresse e a ansiedade.
Então você está esperando o quê para levar seus avós, tios, pais, conjugues ou seja lá quem for para ir dançar e se divertir?! A hora é agora, levante do sofá e vá se divertir na companhia daqueles que lhe fazem bem.

(Visited 16 times, 2 visits today)
The following two tabs change content below.
Danny Sullivan

Danny Sullivan

Jornalista em formação e sereio profissional nas horas vagas. Considera-se geek e fã de outras coisas estranhas (tipo Naruto, Justin Bieber e K-pop).
Danny Sullivan

Posts Mais Recentes por Danny Sullivan (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *