NortePET 2016: GT 6 – Diversidade

Posted on Posted in especiais, eventos

Os dois grandes pilares das discussões no III NortePET foram os desafios com os quais o programa se depara, diante do atual cenário político e econômico nacional, e a busca por uma maior diversidade e representatividade de minorias dentro do programa e das universidades.

Abordando esses últimos aspectos, o grupo de trabalho “Diversidade” ocorreu na manhã do dia 03 de junho de 2016, presidido pela doutoranda em Sociedade e Cultura e professora da Universidade Federal do Amazonas, Ignês Tereza Peixoto de Paiva. O grupo contou com a presença de representantes dos PETs  de Comunicação, Medicina, Índigena, Biologia, Agronomia, Administração, Pesca, Farmácia, Geologia, Florestal e Matemática.

Os principais temas discutidos foram o uso do nome social dentro de ambientes públicos, incluindo a resistência por parte de alguns docentes dentro da própria Universidade, a falta de discussões a respeito de tais temas em diversas unidades e a maneira com a qual o auxílio às vítimas de assédio é conduzido por parte dos órgãos responsáveis, além de uma discussão acalorada sobre a abordagem de diversidade religiosa em projetos da Universidade.

Durante a discussão, pontos relevantes foram identificados, como a corporalidade feminina em ritos de passagem e na cerâmica indígena (PETIndígena), reportagens sobre representatividade e questões de gênero (PETComunicação), diversidade socioeconômica identificada em alunos do PET Cursinho (PETBiologia), diversidade e valorização dos produtores locais (PET Pesca e PET Agronomia), a desvalorização da mulher no mercado de trabalho (PET Administração) e os impactos da pouca discussão sobre temas de diversidade na relação médico-paciente (PET Medicina).

Ao fim do grupo, três propostas foram levadas à Assembleia Geral do III NortePET, defendidas  pelas representantes dos PETs Administração, Comunicação e Indígena. As propostas apresentadas formavam um ciclo para a valorização dos debates sobre diversidade e preconceito dentro das Universidades e do diálogo entre as diversas áreas abrangidas pelos PETs.

  1. Criação de uma comissão, composta por petianos e tutores, para o desenvolvimento de ações voltadas à valorização da diversidade.
  2. Debates e encontros promovidos em ação conjunta pelos grupos PET, buscando uma maior discussão sobre temas de diversidade em todas as unidades de ensino.
  3. Elaboração de produtos midiáticos para a divulgação das ações e projetos desenvolvidos pelos PETs dentro e fora da Universidade.
(Visited 11 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Cecília Costa

Cecília Costa

Quando criança, dizia que sua profissão seria “Leonardo da Vinci” porque ele fazia de tudo um pouco. Já quis ser astronauta, cientista, bailarina e antropóloga e, hoje, é estudante do curso de Jornalismo da UFAM. Ama contar histórias e, assim, nunca conseguiu ficar com caneta e papel nas mãos sem escrever, rabiscar e transbordar.
Cecília Costa

Posts Mais Recentes por Cecília Costa (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *