RESENHA: Carrie – A Estranha: Sangue e divertimento.

Posted on Posted in cultura, literatura

Carrie (1974) do autor Stephen King, foi o primeiro livro publicado pelo consagrado escritor de suspense e horror. Mesmo autor dos sucessos de ‘’A coisa’’ e ‘’O Iluminado’’.

O livro conta a história de Carrieta White, uma adolescente desajeitada e esquisita que sofre bullying pelas pessoas a sua volta, para completar ela vive com sua mãe, uma mulher extremamente religiosa e fanática. Depois que Carrie menstrua na frente de suas colegas de escola e é ridicularizada por essas pessoas, ela passa a perceber seus poderes de telecinese (capacidade de mover objetos com a força do pensamento) e como eles ocorrem em situações de tensão. Quando Carrie vai para o baile e é humilhada por toda a sua escola, tudo foge do controle. O livro é um relato tanto da história em si até o dia do baile – o clímax – , até  de pessoas que presenciaram esse dia e também artigos que falam sobre telecinese e o ‘’Caso Carrie’’.

Carrie aborda sobre o fanatismo religioso e bullying. É  preocupante ver o comportamento da mãe de Carrie em relação as coisas do a dia a dia – como por exemplo, explicar a sua filha sobre  menstruação -, e puni-la pelo acontecido por Carrie não ter rezado o suficiente e ser uma pecadora, além impedir a filha de viver como qualquer adolescente de sua idade. E também acreditar na existência de um Deus vingativo e cheio de ódio.

Durante todo o livro você sente compaixão pela personagem principal e é revoltante como as pessoas podem ser cruéis com pessoas que são ditas pela sociedade como diferentes. Talvez o terror de Stephen King nessa história seja mostrar a capacidade que o ser humano tem e até onde ele pode destruir a vida de uma pessoa.

carrie-a-estranha-2013-des-10

Carrie rendeu três adaptações para o cinema. Sendo a mais recente em 2013, interpretado por Chloe Moretz (Carrie) e Julianne Moore (Margareth White), dentre os três filmes, o de 2013 é o mais fiel ao livro e traz uma Carrie mais vingativa, porém a atriz não convence muito bem, pois é considerada bonita demais para o papel. Já os filmes anteriores traz uma atriz que se adapta melhor as descrições do livro. O certo é que as três adaptações são muito boas e cada uma possui uma particularidade.

Carrie é o livro ideal para quem quer começar a se aventurar pelo suspense e horror das histórias de Stephen King.

(Visited 4 times, 1 visits today)
The following two tabs change content below.
Gabriela Maciel

Gabriela Maciel

Gabriela, estudante do 7º período de Jornalismo, minha casa é lufa-lufa (com muito orgulho), amante de séries e dias chuvosos.
Gabriela Maciel

Posts Mais Recentes por Gabriela Maciel (Ver Todos)

Comentários

pessoas comentaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *