Explosões, cores e abismos

Uma explosão de cores pintava, ininterruptamente, o céu negro. Estava cercada por húngaros, russas, georgianos, holandesas, cubanos, congoleses e franceses. Meus olhos se enchiam de lágrimas enquanto nos abraçávamos durante a queima de fogos, por motivos que eu ainda não […]